segunda-feira, 27 de março de 2017

Caves Velhas Bucellas Arinto de 2008


Como já o disse aqui foi por mero acaso que vi este Caves Velhas Bucellas Arinto de 2008 à venda numa grande superfície. Confesso que fiquei hesitante na sua compra: os vinhos nas grandes superfícies permanecem sempre de pé, com luz, variações de temperatura e trepidações, ora um cliente pega e põe, ora o funcionário volta a colocar no sítio certo, etc etc etc. Muita pancadinha este vinho deve ter levado mas pelo preço de 3.99€ arrisquei e trouxe umas quantas.

Chegou o dia de tirar a prova dos nove e mal coloquei o copo na mão senti-me a reencarnar o Marquês de Pombal.

Wow... mas que vinho. Com o tempo ganhou um belíssimo tom amarelo dourado, aromas a frutos tropicais maduros e nuances florais, e uma espectacular acidez equilibrada que permitiu uma prova de grande nível e com uma frescura notável.

Não irei dizer "numa terra de cegos quem tem olho é rei" porque divulguei junto de alguns companheiros e a ganância não me assiste, sempre vivi com pouco. Mas talvez fique bem dizer: "Se puderes olhar, vê. Se podes ver, repara".

Ricardo Soares

Sem comentários:

Enviar um comentário